Homenagem à cidade de São Bernardo do Campo

Embora a história de São Bernardo do Campo tenha suas raízes num passado distante, ainda no século XVI, é no início do século XX que ela começará a ganhar as feições que apresenta hoje, como um grande polo industrial, e a instalação da Termomecanica na região tem importância fundamental nesse contexto.

Nascida em São Paulo, no bairro da Mooca, a fábrica transferiu-se para a cidade em 1955, após uma visita do Engenheiro Salvador Arena à fábrica da Mercedes Benz.

A região era, então, composta quase que exclusivamente por chácaras e sítios. A fábrica ficava inacessível quando chovia, tornando necessária a utilização de um Jipe para buscar a alimentação dos funcionários, que vinha do Ipiranga. O transporte era escasso, e a energia elétrica, inexistente. A instalação da empresa em São Bernardo do Campo não foi nada fácil, mas foi o pontapé inicial de uma história que continua se perpetuando.

O crescimento da Termomecanica teve grande influência no desenvolvimento de seus arredores, e a criação da Fundação Salvador Arena, em 1964, formalizou e ampliou as ações sociais que já vinham sendo praticadas pelo nosso patrono, principalmente na cidade.

O vínculo entre o Eng. Salvador Arena e São Bernardo do Campo foi ganhando cada vez mais força, e gerou diversos registros preservados hoje no CDMR. Aqui apresentamos dois deles. Por conta de sua atuação, nosso patrono foi contemplado com o título de cidadão São Bernardense, em 1971, pelos relevantes serviços prestados ao município.

Certidão que contemplou Salvador Arena como Cidadão de São Bernardo do Campo

Essa relação também foi traduzida em forma de poema, composto pelo Eng. Salvador Arena e inspirado por seu carinho pela terra por ele escolhida.

Poema escrito por Salvador Arena

Colaboração: CDMR – Centro de Documentação Memória e Referência

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *