Perfil nexialista: conheça as características

Nexialismo é um termo muito utilizado atualmente, mas você sabe o seu significado? Descubra a seguir suas características, a importância desse perfil no ambiente corporativo e como desenvolvê-lo.

Atualmente, as organizações estão cada vez mais atualizadas e exigindo profissionais analíticos e capazes de solucionar problemas cada vez mais complexos. Até um tempo atrás, existiam somente dois tipos de profissionais: os generalistas e os especialistas.

Generalistas são aqueles que sabem um pouco sobre muitas coisas, enquanto que especialistas são os que sabem muito sobre um determinado assunto. Entre essas duas concepções opostas surge o profissional nexialista, ou seja, aquele que não possui domínio sobre uma área específica do conhecimento, mas consegue encontrar nexos, pontos em comum entre assuntos e temas distintos; apesar de não conhecer todas as respostas, sabe onde encontrá-las.

A palavra nexialista apareceu pela primeira vez no livro de Alfred E. Van Vogt, “Voyage of the Space Beagle”, em 1950, e de acordo com o dicionário informal, o termo nexialismo foi moldado por Walter Longo como sendo a capacidade de dar sentidos e nexo a assuntos diferentes; por conseguinte, nexialista é o termo que designa alguém que consegue interligar as mais diversas áreas do conhecimento.

 Quais são as principais características desse perfil?

  • Curiosidade: diferentes temas chamam atenção desse profissional; tudo ao seu redor desperta sua curiosidade e torna-se para ele uma oportunidade de conhecer e aprender;
  • Proatividade: ele não espera uma necessidade surgir para agir; o nexialista consegue analisar, planejar e tomar ações com antecedência;
  • Persuasão: uma de suas principais qualidades; diferente de manipulação, a persuasão é a capacidade de convencer as pessoas com argumentos sobre sua perspectiva;
  • Comunicação: o nexialista possui boa comunicação, consegue ser coeso e eficaz nas suas mensagens, prende a atenção facilmente daqueles que o ouvem;
  • Multidisciplinariedade: consegue fazer conexão envolvendo temas distintos, relacionando assuntos improváveis e encontrando soluções de problemas por meio da combinação de diferentes abordagens;
  • Visão holística: geralmente tem grande capacidade de analisar uma questão de maneira abrangente, em todos os seus aspectos e correlações, e identificar o impacto que ela causa em cada área, tomando decisões coerentes com o todo;
  • Questionamentos: sempre busca os porquês das coisas, não se contenta com os padrões estabelecidos;
  • Busca de conhecimento: o nexialista gosta de saber tudo aquilo que é importante, não se cansa de aprender e busca respostas para o que ainda não conhece.

Um exemplo desse perfil seria aquele profissional inquieto, que se empenha em conhecer e estudar diversos assuntos, possui bom relacionamento com as pessoas, incentiva, valoriza e encoraja todos ao seu redor. É alguém com uma criatividade aguçada, que consegue ter as ideias e sugestões que não foram pensadas antes; um pesquisador que assume não conhecer a solução de tudo, mas que está permanentemente determinado a encontrá-la.

Como se desenvolver?

O perfil nexialista nada mais é que um estilo de ponto de vista; consequentemente, não é constituído por características natas; assim sendo, veja como é possível desenvolver esse perfil:

  1. O primeiro passo é começar a pensar de forma autônoma, inovadora e criativa.
  2. Realizar tarefas e ações que aparentemente não parecem fazer sentido para você.
  3. Além disso, aproveitar qualquer oportunidade de aprender nas mais variadas situações: com as pessoas, nas relações pessoais e nos acontecimentos, tendo em vista que em tudo pode-se aprender algo; nesse sentido, vale a pena desenvolver a capacidade de promover empatia com todos ao seu redor, aprendendo com a troca de experiências.
  4. Acreditar que é possível se reinventar em qualquer momento, assumindo riscos e procurando desvendar fatos e informações ainda desconhecidos.

Nesse contexto, a assombrosa quantidade de dados e informações do mundo atual faz com que as organizações necessitem de profissionais capazes de identificar o que é realmente relevante e que proporcionem soluções práticas, objetivas e eficientes aos problemas que surgirem. Portanto, o nexialista, ao incorporar muitas dessas competências, torna-se extremamente valorizado no ambiente de trabalho. Conclusão: as pessoas nexialistas são consideradas as mais capacitadas para se tornarem os profissionais de ouro do futuro.

 

Colaboração: Sarah Rocha dos Santos (Aluna do curso de Administração da FTT)

Compartilhe!

4 comentários / Adicionar um comentário abaixo

  1. Excelente, parabéns a equipe acredito que este conceito e esta perspectiva de perfil profissional deve prevalecer em todas as áreas de conhecimentos e de formação profissional, principalmente na área da educação, tendo em vista que professor é um profissional que deve ser profissionalmente multidimensional e com formação interdisciplinar.

    1. Por muito tempo me senti um generalista, mas ao conhecer o tempo através do Valter Slongo, encontrei meu verdadeiro padrão. É justamente o meu perfil nato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *