Logo CEFSA
Infraestrutura
Infraestrutura

Complementando sua excelente infraestrutura educacional, o Centro Educacional da Fundação Salvador Arena possui o Teatro Eng. Salvador Arena, com capacidade para 600 espectadores e condições arquitetônicas e técnicas para um espaço cênico de primeira linha.

 

Além disso, possui o Estádio Olímpico Bronze TM 23, com dimensões oficiais, arquibancada, pista de atletismo e Conjunto Aquático com duas piscinas (uma delas semiolímpica), isso sem contar a Sala de Treinamento, o Auditório e as quatro Bibliotecas interativas, montadas especialmente para atender alunos de diferentes faixas etárias.

 

 

Conjunto Aquático

Conjunto Aquático

 

O Conjunto Aquático é composto por duas piscinas, sendo uma semiolímpica, com 25 metros de comprimento, 1,40m a 1,80m de profundidade e seis raias. Nesta, a temperatura da água varia entre 28 e 30 graus. A outra, infantil, com 14 metros de comprimento, tem 1,40m de profundidade, sendo que é possível a utilização de plataformas de redução de profundidade, chegando a 0,80m. Ela possui quatro raias e a temperatura da água varia entre 30 e 32 graus.

Além das piscinas, a instalação conta com dois amplos vestiários e um espaço externo descoberto, suficiente para a realização de exercícios motores para a complementação do trabalho de técnica, força e flexibilidade realizados em água.

A aulas acontecem de terça a sábado, abrangendo turmas do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da FTT, e são fundamentadas numa metodologia própria, dividida em níveis de aprendizagens, inicialmente visando à natação formativa e direcionando-se para a natação escolar competitiva.

Estádio Olímpico Bronze TM 23
Estádio Olímpico Bronze TM 23

 

O Estádio Olímpico Bronze TM 23 é um complexo esportivo composto por um campo de futebol com gramado natural, pista de atletismo e arquibancada coberta que pode acomodar aproximadamente 1.050 pessoas sentadas. Além disso, na parte inferior da arquibancada, existem vestiários para os atletas e árbitros, banheiros para os espectadores, bebedouro e uma sala de musculação.

O campo de futebol possui dimensões oficiais (100m de comprimento por 56m de largura) com características similares às dos mais modernos estádios brasileiros, no que diz respeito ao tipo de grama utilizada, sistema de irrigação, drenagem e iluminação para a prática de esportes no período noturno. A manutenção do campo é feita diariamente, além dos cuidados tomados durante as aulas, como, por exemplo, a utilização de uma lona para proteger a pequena área (área de meta), de modo a preservar o gramado nesse local.

Ao redor do campo existe uma pista de atletismo com 350 metros de comprimento e 6 raias, tendo a reta principal disponibilidade para abrigar provas de 100m e 110m rasos com até 8 raias. Além da pista para as provas de corrida, há outra para a prática das modalidades de salto em distância e salto triplo.

O treinamento de futebol é feito com turmas compostas pelo Ensino Médio matutino, vespertino e noturno. As aulas iniciam-se com um trabalho de alongamento e aquecimento com bola; em seguida, são aprimorados os fundamentos da modalidade e as jogadas ensaiadas. Aspectos táticos e técnicos são trabalhados durante o treino coletivo, no qual também é observada a habilidade individual de cada aluno, pois eles participam de atividades seletivas para a formação da equipe que leva o nome do Colégio em competições externas. Além das turmas de treinamento, existem as de iniciação esportiva para o Ensino Fundamental II e para a FTT (Faculdade de Tecnologia Termomecanica). No Ensino Fundamental II, as aulas são ministradas com um trabalho inicial de alongamento; em seguida, são enfatizados os fundamentos da modalidade, o que constitui a maior parte da aula e, no final, é promovido um treino coletivo. Já as aulas da FTT têm uma sequência diferente: elas se iniciam com alongamento, seguido dos fundamentos da modalidade. Porém, a maior parte da aula é dedicada ao treino coletivo.

Bibliotecas

Bibliotecas

 

O Centro Educacional da Fundação Salvador Arena disponibiliza a todos os docentes quatro bibliotecas interativas, montadas especialmente para atender alunos de diferentes faixas etárias.

 

Sua missão é atender às unidades de ensino do CEFSA, contribuindo com o processo de ensino-aprendizagem através da mediação infoeducacional, bem como promover a construção das autonomias relativas ao acesso, organização e uso dos diferentes dispositivos informacionais.

 

Os recursos informacionais disponíveis são compostos por material impresso, dispositivos audiovisuais, multimídia, equipamentos eletrônicos e artefatos tridimensionais, organizados de forma que os usuários tenham livre acesso a esses recursos, o que lhes possibilita explorar todo o acervo.

 

A base de dados é disponibilizada em diferentes terminais de consulta e possibilita conexão em rede. Há também computadores ligados à Internet a fim de que os alunos possam transitar pelos diferentes meios de informação. Nas séries iniciais, os alunos são orientados quanto ao uso correto e funcional do acervo, bem como sua preservação.
Quanto ao tratamento dos documentos, são utilizados padrões internacionais de manutenção e arquivamento, porém, com adaptações que visam a atender às especificidades e necessidades dos diferentes públicos que frequentam as bibliotecas.
O acervo é atualizado periodicamente e a comunidade acadêmica (diretores, coordenadores, professores, alunos e funcionários) pode participar da seleção do acervo, de acordo com o procedimento vigente. Os alunos são orientados quanto ao uso correto e funcional do acervo, bem como sua preservação.

 

Infoeducação – bibliotecas

O trabalho de infoeducação nas bibliotecas tem como objetivo o desenvolvimento de aprendizagens relativas ao acesso e uso de informações, mediando e incentivando o desenvolvimento de atitudes, habilidades e competências que propiciem a autonomia na construção do conhecimento.

 

Atividades permanentes

 

Gêneros literários:

Tem por objetivo criar condições para o desenvolvimento da capacidade de uso eficaz da linguagem que satisfaça às necessidades pessoais, relacionadas às ações efetivas do cotidiano, à transmissão e busca de informação e ao exercício da reflexão.

 

Paratextos:

O material de paratextos evolui constantemente, de acordo com a faixa etária, o contexto cultural e o gênero literário, reconhecendo a importância da comunicação e de seu uso, ampliando a visão do usuário e possibilitando uma análise crítica.

 

Empréstimo:

Na rede de bibliotecas do CEFSA, o aluno tem um tempo relativo de leitura, mas em casa tem todo o tempo que quiser. Por essa razão, as bibliotecas desenvolvem, durante o ano letivo, um trabalho que procura incentivar o empréstimo de material de leitura, visando principalmente a integração família-escola, permitindo assim que o aluno se aproprie da leitura dos mais diversos estilos literários.

 

Roda literária:

Na roda literária, o aluno tem a oportunidade de compartilhar as informações e a história lida com a família. Dessa forma, todos os alunos vão conhecendo o acervo e se apropriando de novos conhecimentos e novas descobertas, além de colocar em prátiva a oralidade. Esta atividade acontece nos dias de empréstimos da biblioteca da Educação Infantil.

 

Participação nos HRs

Os infoeducadores participam das reuniões de HR – Horário de Reuniões – nas bibliotecas, após o horário de aula. Essa participação é importante para que esses profissionais tenham conhecimento dos projetos e atividades desenvolvidos nos ciclos de ensino.

 

Projetos

Intercâmbio entre bibliotecas:
Este trabalho visa dar subsídio aos alunos no momento de transição entre os ciclos, proporcionando um contato maior com a biblioteca, para que possam utilizá-la da melhor forma possível no ano seguinte.

 

Projeto leitura
Como a leitura é a realização do objetivo da escrita e através dela assimilamos novos conhecimentos, iniciamos este projeto de utilização da cardeneta de leitura com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental com o propósito de desenvolver nesse público a capacidade de reflexão sobre as obras literárias, permitindo-lhes indicar, criticar e expressar sua opinião.

 

No Ensino Fundamental II é desenvolvido o Semanário de Leitura, que tem como objetivo fazer com que um aluno de uma determinada série reflita sobre a leitura da semana, elabore uma resenha e a registre no semanário, disponibilizando para todo o ciclo o conhecimento sobre a obra lida.

 

Antes de cada aula de leitura e do empréstimo de uma determinada obra, a equipe da biblioteca prepara a roda de leitura no auditório, momento em que os alunos têm a oportunidade de analisar e expor sua opinião sobre a história lida, motivando os colegas para a descoberta do acervo.

 

 

Biblioteca da Educação Infantil
Início das atividades: 2007
Público alvo: nível V e 1º ano.

 

Biblioteca EI

Este espaço foi concebido e organizado de forma a atender às necessidades do pré-leitor. Para isso, são desenvolvidas atividades que possibilitem os primeiros contatos dos alunos com os livros.

 

O acervo conta com obras e recursos específicos para a faixa etária a que se destina e os projetos desenvolvidos buscam conciliar o incentivo ao contato com o livro com o desenvolvimento de valores socialmente aceitos como: preservação do meio ambiente, respeito às diferenças, valorização da cultura popular e cidadania, entre outros.
As aulas são agendadas de forma a garantir que todos os alunos tenham acesso ao acervo e possam explorá-lo com a mediação do professor e do infoeducador.

 

Entre os projetos desenvolvidos ao longo do ano letivo, destacam-se: projeto cantigas, leitura e escrita de parlendas, paratextos, meio ambiente, Semana da Poesia, folclore, roda literária, intervalo interativo, formação para conservação do acervo, oficinas e outras atividades planejadas pelo ciclo.

 

 

Biblioteca do Ensino Fundamental I
Início das atividades: 2003.
Público-alvo: alunos do 2º ao 5º ano

 

Biblioteca EFI

A fim de dar continuidade às propostas desenvolvidas na Biblioteca da Educação Infantil, a unidade do Ensino Fundamental I também dispõe de acervo específico e recursos informacionais voltados para os leitores iniciantes e em processo de desenvolvimento.

A biblioteca conta com mobiliário voltado às necessidades dessa faixa etária, além de espaço para leitura compartilhada, que é conduzida por professores e infoeducadores nas rodas de leitura.

Os alunos são estimulados a fazer empréstimos de materiais, a fim de que possam compartilhar leituras e pesquisas com a família.

Além das atividades descritas acima, desenvolvem-se também: pesquisas orientadas, exposições de trabalhos, encontros com profissionais de diferentes áreas do conhecimento, bem como o intervalo interativo e a semana da poesia.

 

 

Biblioteca do Ensino Fundamental II
Início das atividades: 2005.
Público-alvo: alunos do 6º ao 9º ano

 

Biblioteca EFII

A Biblioteca do Ensino Fundamental II, a exemplo das outras unidades, foi concebida para atender ao público a que se destina, contando com mobiliário adequado e espaço mais informal, pois objetiva relacionar a leitura a um ato prazeroso.

O acesso à biblioteca é garantido a todos os alunos do ciclo, uma vez que está previsto nos planejamentos de diferentes disciplinas.

O acervo conta com obras que atendem ao leitor em processo de desenvolvimento, objetivando prepará-lo para o próximo estágio, que é o do leitor crítico.

Os alunos podem retirar material para empréstimo durante o período letivo e nas férias.

Além das atividades usuais, o espaço oferece também atividades extras como: o Cine-Almoço, exposições temáticas e a Semana da Poesia, bem como outros projetos descritos no planejamento do ciclo.

 

 

Biblioteca do Ensino Médio e da FTT
Início das atividades: 2004.
Público-alvo: alunos do Ensino Médio e da Faculdade de Tecnologia da FTT

 

Biblioteca FTT/EM

O espaço e o acervo dessa unidade foram organizados a fim de atender ao leitor crítico, disponibilizando obras dos diferentes campos do conhecimento, tais como: livros técnicos, ficção, poesia, periódicos (jornais e revistas), DVDteca e outros documentos. Há também os trabalhos de conclusão de curso (TCCs), que após sua apresentação são incorporados ao acervo para consulta.

Para o Ensino Médio, a biblioteca é um espaço de pesquisa e estudo, pois disponibiliza ambientes destinados aos trabalhos em duplas e em grupos.

Para os alunos do Ensino Superior, a biblioteca é o espaço destinado à pesquisa, a grupos de estudo e também para a produção dos TCCs, mantendo disponíveis obras de referência e normas técnicas, necessárias à elaboração das monografias.

Além dos serviços descritos, são oferecidos: comutação bibliográfica, empréstimo domiciliar, DTCOM (cursos à distância), biblioteca virtual, elaboração de fichas catalográficas, exposições temáticas e dinâmicas de encerramento de curso para alunos do Ensino Médio e dos Cursos Superiores.

Cabe ressaltar que a biblioteca fica disponível nas férias.