Técnicas de Redação – Parte XIV – Partículas de Transição e Palavras de Referência

Conforme prometido no capítulo anterior, vamos apresentar nesta página as principais palavras de referência e partículas de transição, que podem ser de extrema utilidade para que você crie textos com o máximo de qualidade.

  1. Prioridade, relevância: em primeiro lugar, antes de mais nada, primeiramente, acima de tudo, precipuamente, mormente, principalmente, primordialmente, sobretudo.
  2. Tempo:
    • Simultaneidade: ao mesmo tempo, durante, enquanto, simultaneamente.
    • Antecipação: antes, anteriormente, primeiramente, antecipadamente, primordialmente, prematuramente, preliminarmente, a princípio, no início.
    • Posteridade: depois, posteriormente, a seguir, em seguida, mais tarde, por fim, afinal, finalmente, então, logo depois, logo após.
    • Intervalo: nesse meio tempo, nesse ínterim, enquanto isso, nesse interregno, entrementes.
    • Tempo presente: agora, atualmente, hoje, já, neste instante, modernamente, neste momento, este ano, este século.
    • Tempo passado: antes, anteriormente, remotamente, em tempos remotos, noutros tempos, outrora, antigamente
    • Tempo futuro: amanhã, futuramente, em breve, dentro em pouco, logo, proximamente.
    • Frequência: constantemente, habitualmente, costumeiramente, tradicionalmente, repetidamente, amiúde, frequentemente, ordinariamente, muitas vezes, poucas vezes, raras vezes, raramente, ocasionalmente, acidentalmente, esporadicamente, de quando em quando, de vez em quando, vez por outra, de tempos em tempos, às vezes, eventualmente.
  3. Semelhança, comparação, conformidade: igualmente, da mesma forma, assim como, assim também, do mesmo modo, similarmente, semelhantemente, analogamente, por analogia, de maneira idêntica, de conformidade com, de acordo com, segundo, conforme, sob o mesmo ponto de vista, como, bem como, como também.
  4. Adição, continuação: além disso, outrossim, ainda mais, por outro lado, então, também, e, e nem, não só, mas também.
  5. Dúvida: talvez, provavelmente, possivelmente, pode ser, é provável, não é certo, se é que.
  6. Certeza, ênfase: de certo modo, por certo, certamente, indubitavelmente, inquestionavelmente, sem dúvida, inegavelmente, com toda certeza, indiscutivelmente, sem sombra de dúvida.
  7. Surpresa, imprevisto: subitamente, inesperadamente, inopinadamente, de súbito, de repente, imprevistamente, surpreendentemente.
  8. Ilustração, esclarecimento: por exemplo, isto é, quer dizer, em outras palavras, ou por outra, a saber, ou seja.
  9. Propósito, intenção, finalidade: com o fim de, a fim de, com o propósito de, intencionalmente, para que, com intuito de.
  10. Lugar, proximidade, distância: perto de, próximo a (de), junto a (de), dentro, fora, mais adiante, além, mais além.
  11. Resumo, recapitulação: em suma, em síntese, em conclusão, enfim, em resumo.
  12. Causa e consequência: daí, por conseguinte, portanto, consequentemente, logo, então, como resultado, em suma, por isso, por causa de, em virtude de, assim, de fato, com efeito, porque, por isso, visto que, já que, uma vez que, porquanto, em vista de, devido a, em consequência de, razão por que.

 

É também de grande importância conhecer as conjunções, coordenativas e subordinativas, que, em consonância com as partículas acima enunciadas, servem como ferramentas indispensáveis para a produção de textos claros, coerentes, consistentes, enfim, com o máximo de qualidade.

 

Colaboração: Sérgio Martins (ex-professor do CEFSA e atual colaborador do Setor de Comunicação nos serviços de revisão de textos)

Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *