Exercícios físicos para o verão? Por que não para as quatro estações?

Chegamos ao mês de dezembro, época do ano em que muitas festividades acontecem: ceia de Natal, ano-novo e inúmeras confraternizações de amigos, familiares e do trabalho. Paralelamente a isso, grande parte da população fica refém de duas situações que se mostram antagônicas: o desejo insaciável de degustar os pratos e guloseimas que acompanham a época e o desejo de ter um corpo definido de acordo com os padrões impostos pela sociedade. Assim, inicia-se a corrida contra o tempo, com as pessoas dando início a regimes alimentares e a exercícios físicos antes do verão.

Como já é do conhecimento de todos, muitos truques são utilizados para perder aquela gordurinha indesejada, como: as famosas dietas milagrosas, a drástica redução de alimentos, o aumento excessivo e desregulado da atividade física e até mesmo a ingestão de remédios ou suplementos sem prescrição médica, entre outras estratégias, por vezes altamente prejudiciais.

A pergunta que fica, é: “Compensa realmente todo esse esforço em um curto período de tempo apenas para atingir um resultado temporário?”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no mundo, um em cada oito adultos é obeso e essa doença crônica pode trazer algumas consequências sérias, entre as quais: diabetes, doenças cardiovasculares, asma, gordura no fígado e até alguns tipos de câncer, além de prejudicar a qualidade de vida.

Creio que dentro desse contexto, valha a pena refletir sobre a importância de manter uma alimentação balanceada e a prática de atividades físicas regulares não apenas no verão, mas nas quatro estações do ano. Porém, para que isso aconteça, o desafio é diário e essas práticas devem se tornar um hábito.

Manter uma vida saudável sem abrir mão das tentações não é nada fácil, mas é algo absolutamente possível. E isso se viabiliza nas pequenas escolhas do dia a dia: é aquele pedação de pizza extra que você abre mão, a troca do elevador pela escada pelo menos uma vez ao dia, uma caminhada matutina ao final de semana, a troca do alimento gorduroso por um pouco de salada no prato principal e assim por diante. São esses pequenos gestos acumulados ao longo do ano que farão a diferença no resultado final. Assim, além de atingir o objetivo desejado de uma forma mais equilibrada, sua saúde certamente será beneficiada e isso é o que realmente importa!

Seguem abaixo algumas dicas para que você consiga reduzir seu peso sem comprometer sua saúde:

  1. Consulte um médico ou profissional especializado antes de iniciar sua dieta ou atividades físicas;
  2. Beba bastante água;
  3. Não realize atividade física em jejum;
  4. Opte por alimentos naturais em vez dos industrializados (frutas, verduras, legumes e grãos são bem-vindos);
  5. Estabeleça pequenas metas ao invés de investir energia em grandes resultados;
  6. Encontre uma atividade física ou grupo que o estimule.

Felipe Catelan Martins (Colaborador do setor de Eventos, do CEFSA)
Licenciado e bacharelado em Educação Física

Pós-graduado em Esportes e Atividades de Aventura
Pós-graduado em Gestão de Eventos

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *